22 de abr de 2017

Alimentação dos Bezerros (gado de leite)



Alimentação de bezerros

Ao nascer, o bezerro é um monogástrico, com o estômago apresentando características diferentes do ruminante adulto, não sendo capaz de utilizar alimentos sólidos; tem reflexo para mamar e todas as condições fisiológicas e bioquímicas para utilizar o leite. Sob condições normais de alimentação e manejo, em sessenta a noventa dias este bezerro se transforma em ruminante com habilidade para sobreviver com alimentos volumosos e concentrados, com o rúmen-retículo apresentando atividade microbiana relevante, desenvolvimento de papilas em suas paredes e capacidade de absorção de nutrientes pelas paredes do rúmen-retículo.

Aleitamento de bezerros

A fase de aleitamento pode ser natural ou artificial. No aleitamento natural, o bezerro obtém o leite mamando diretamente no úbere da vaca. Este sistema deve ser adotado em propriedades cujo plantel é formado por rebanhos puros ou de alto grau de sangue das raças zebuínas, onde é comum as vacas "esconderem o leite" na ausência do bezerro, quando ordenhadas. Outras condições são a produtividade média diária de leite por vaca inferior a 8 kg e mão-de-obra ineficiente quanto à higiene necessária para se aleitar bezerros artificialmente.
O aleitamento artificial consiste em fornecer a dieta líquida em balde, mamadeira ou similar. Este sistema permite racionalizar o manejo dos animais, ordenhar com mais higiene e controlar a quantidade de leite ingerida pelo bezerro.
Em ambos os tipos de aleitamento, o importante é fornecer colostro o mais rápido possível, pois esta é a forma de garantir a sobrevivência do bezerro nas primeiras semanas após o nascimento, fornecendo os anticorpos. A maneira mais eficiente é fazer o bezerro mamar o colostro na vaca logo após o nascimento.
  • Quando fornecido no balde, usar o colostro integral, permitindo a ingestão de 5 a 6 kg de colostro;
  • Na fase de aleitamento, o alimento natural do bezerro é o leite integral que, por seu valor comercial, pode ser substituído pelo colostro excedente ou utilizar um sucedâneo comercial do leite, normalmente vendido na forma de pó;
  • Fornecer 4 l/animal/dia qualquer que seja a dieta líquida utilizada, que deverá ser fornecida em duas refeições diárias durante a primeira semana de vida do animal. A partir daí, uma vez ao dia, de manhã ou à tarde, conforme mais conveniente para o produtor;
  • Quantidade fornecida, regularidade no horário e na temperatura da dieta líquida são muito importantes para evitar distúrbios gastrointestinais.
Fornecimento de concentrado

O concentrado inicial a ser fornecido aos bezerros, do nascimento até os 60 ou 70 dias de idade, independente do sistema de aleitamento utilizado, deve ter na sua composição alimentos considerados de excelente qualidade, como grãos de milho, raspa de mandioca, farelo de soja, farelo de algodão e misturas minerais e vitamínicas.
Concentrados contendo grãos que sofreram tratamento térmico e/ou vapor, e aqueles na forma de pellets, aumentam a digestibilidade e estimulam seu consumo precoce.
A partir dos 70 dias, pode-se utilizar concentrados de menor custo. Muito embora alguns estudos demonstrem ser viável a utilização de uréia nos concentrados iniciais para bezerros, recomenda-se o seu uso somente após os três meses de idade, quando o rúmen estará desenvolvido o suficiente para utilizar o nitrogênio não protéico da dieta.
Após o desaleitamento, o consumo de concentrado aumentará rapidamente, devendo-se limitar a quantidade fornecida para estimular o consumo de volumoso. Tem-se sugerido o fornecimento de 1 a 2 kg de concentrado com 12% de proteína bruta e 66% de nutrientes digestíveis totais - NDT, dependendo da qualidade do alimento volumoso utilizado.
É importante verificar a condição do concentrado que sobrou: se molhado ou mofado, remova-o; se seco e em boas condições, deixe-o.

Fornecimento de volumoso

Os alimentos volumosos são muito importantes para o desenvolvimento fisiológico, do tamanho e da musculatura do rúmen, principalmente para os dois últimos. Um bom volumoso, feno ou verde picado, deve ser fornecido desde a segunda semana de idade. Em escala de importância, para bezerros, antes dos três meses de idade, bons fenos são melhores que bons alimentos verdes picados, que, por sua vez, são melhores que boas silagens. Esta é uma recomendação de ordem geral, já que a qualidade do alimento é extremamente importante na determinação do consumo.
Antes dos três meses de idade, o uso de alimentos fermentados, como silagens, não é recomendado, uma vez que o consumo será insuficiente para promover o desenvolvimento do rúmen e o crescimento do animal.


A água disponível deve estar limpa e fresca. Se forem usados baldes para dar de beber aos animais, a água deve ser renovada diariamente.
Recomenda-se que os bezerros tenham, à sua disposição, desde a primeira semana de idade, água fresca e limpa, porque há evidências de maior consumo de concentrado pelos animais assim manejados.


Desmama ou desaleitamento precoce - Destina-se a transformar o bezerro de monogástrico em ruminante o mais cedo possível.
As maiores vantagens da desmama ou do desaleitamento precoce são as reduções no custo da alimentação, da mão-de-obra e a não ocorrência de distúrbios gastrointestinais. Quando o bezerro estiver consumindo 600 a 800 g de concentrado por dia, de maneira consistente, ele estará pronto para ser desaleitado ou desmamado, independentemente de sua idade, tamanho ou peso.
Independentemente do sistema de criação adotado, não há razão, do ponto de vista do bezerro, do fornecimento da dieta líquida ser superior a oito semanas. Recomenda-se o desaleitamento abrupto, não sendo necessária a redução gradativa da quantidade de leite oferecida para os bezerros, prática trabalhosa, principalmente à medida que aumenta o número de bezerros.
Os bezerros devem permanecer na sua instalação por mais duas semanas após o corte da dieta líquida, recebendo água e alimentos sólidos. Assim, eles perderão o hábito da dieta líquida com menor estresse, e será possível observar como eles reagiram à desmama ou ao desaleitamento.  Outro fator de importância é a não-ocorrência de estresse por competição, se mudados imediatamente após a desmama para instalações coletivas (baias ou pasto).
Importante: observe o bezerro, cuidadosamente, todos os dias e verifique:
  • o olhar do bezerro:
    olhar vivo significa saúde;
  • a existência de corrimento nasal:
    o desejável é não haver corrimento nasal;
  • a consistência das fezes:
    as fezes devem estar sólidas;
  • o apetite dos bezerros.
    bezerros sadios bebem a dieta líquida com avidez, e não descuide da Sanidade.
Pese o bezerro ao nascer e no desaleitamento ou desmama. Calcule o ganho de peso médio diário.
Cálculo do ganho de peso médio diário (GPMD)
GPMD (kg/dia) = (peso ao desaleitamento - peso ao nascimento) ÷ número de dias entre o desaleitamento e o nascimento.
Observação: O ganho de peso médio diário deve ser superior a 0,350 kg por dia.

Anote, na ficha individual do bezerro, os pesos e quaisquer problemas ocorridos com ele.





8 de abr de 2017

Glossário da Criação de Gado de Leite


Acasalamento ao acaso
Acasalamento em que qualquer reprodutor tem a mesma oportunidade de se acasalar a quaisquer das vacas do rebanho
Acasalamento preferencial
Acasalamento em que os pares, reprodutores e vacas, são escolhidos em função de seu mérito genético, ou produtivo, dentre outros, buscando-se geralmente acasalar animais mais semelhantes
Acetonemia
Doença causada em vacas no início da lactação devido à deficiência de energia na dieta e ocorre quando a vaca mobiliza muita quantidade de gordura corporal e resulta em produção de corpos cetônicos devido ao baixo consumo de alimento pela vaca. A presença de veterinário para resolver o problema é imprescindível
Ácido acético, ácido propiônico e ácido butírico
São os nutrientes produzidos no processo de fermentação do alimento no rúmen e retículo, principalmente
Ácidos graxos voláteis
Produtos da fermentação causada por bactérias e fungos nas partes do estômago chamados de rúmen e retículo
Adaptação
Tornar apto, ajustar; apropriar. Adaptar-se a determinada condição ou situação, mudanças que ocorre no animal em resposta à ação de fatores ambientais objetivando a sobrevivência, reprodução e produção em condições adversas
Aftosa
Doença causada por vírus que afeta os animais
Agentes parasitários
Agentes que causam as doenças parasitárias
Agrossilvipastoril
É um sistema de produção que se caracteriza pela potencialização do uso do solo, fazendo com que se produza em uma mesma área e de forma sustentável, a agricultura (lavoura), a pecuária, a pastagem, o componente florestal e o animal, sejam para leite ou para carne. Destes sistemas, o mais complexo é o de integração lavoura-pecuária-floresta (iLPF). Tem-se também o sistema iLP (integração lavoura-pecuária) e o iPF (integração pecuária-floresta)
Agrotóxico
Produto usado para exterminar pragas ou doenças que causam danos às plantações
Água potável
É água límpida, sem cheiro e livre de perigos físicos, químicos e microbiológicos, com nível de cloro residual livre variando entre 0,2 e 0,5 mg/L
Álcool iodado
Mistura de iodo e álcool usada como desinfetante
Aleitamento
É o ato de fornecer leite ao bezerro macho ou fêmea
Alelo
É cada uma das diferentes formas de um dado gene
Ambiente
Conjunto de fatores não genéticos que afetam o animal
Ambiente subtropical
Ambiente com temperaturas médias anuais entre 17 °C e 19 °C e pluviosidade entre 1.200 a 2.000 mm por ano
Ambiente tropical
O clima tropical é caracterizado pelas temperaturas elevadas, em média 20 ºC, e com uma amplitude que não ultrapassa os 10 ºC. Os verões são quentes e úmidos e os invernos costumam registrar temperaturas menores e queda no índice de precipitação, ambiente com temperaturas médias anuais entre 19 °C e 27 °C e pluviosidade média de 1.500 mm por ano
Amorreadas
Áreas que tem morros ou semelhantes a morros.
Amostra do solo
É a quantidade de solo coletada na área destinada ao plantio, que será utilizada na análise do solo. Em geral são coletadas várias amostras simples em diferentes pontos de amostragem na área ou gleba a ser amostrada, que depois de destorroadas, homogeneizadas e secas ao ar, irão constituir a amostra composta. Desta, uma pequena fração (parte) é retirada, devidamente embalada e enviada ao laboratório para ser analisada.
Amostragem do solo
Utilizada para coletar porções representativas de um horizonte, perfil ou solo, coletada para fins diversos: físicos, químicos e biológicos
Ananmese
Exame preliminar
Anaplasma
É um dos agentes causadores da doença tristeza parasitária
Anaplasmose
Doença provocada pelo agente Anaplasma marginale
Anemia
Estado em que o animal se encontra com deficiência no sangue por diminuição das hemácias
Animais transgênicos
Organismo nos quais foram introduzidos um gene ou grupos de genes de origem exógena via engenharia genética, proporcionando características não apresentadas anteriormente pelo animal
Anomalia
Irregularidade, anormalidade
Antibiótico
Substância química produzida ou derivada de micro-organismos que, em baixa concentração, inviabiliza ou inibe o crescimento de micro-organismos causadores de doenças
Antibióticoterapia
Tratamento das doenças causadas por bactérias com os antibióticos
Anticorpos
Agentes constituídos de proteínas que têm como função o combate aos agentes de doenças
Antimicrobianos
Antibióticos e quimioterápicos
Apartação
É a separação do bezerro da mãe
Apojar
Estímulo realizado com a ajuda do bezerro, na glândula mamária da mãe, de modo que ela possa liberar o leite para ser ordenhado
Aprumos
Aspectos da sustentação dos membros dos animais, que retratam a posição ou direção dos membros em relação ao solo, contribuindo também para o equilíbrio dos animais
Aspersão
Pulverização de toda a superfície dos animais
Aspersores
Ferramenta na forma de bicos próprios para aplicação de banhos por aspersão
Avermectina
Substância sistêmica, derivada do fungo Streptomices avermectiles, usada principalmente para o tratamento de parasitos internos e externos de bovinos
Babésia
É um dos agentes causadores da tristeza parasitária
Babesiose
Doença provocada pelo agente Babesia spp
Bacias leiteiras
É uma zona de abastecimento formada por várias fazendas ou propriedades agrícolas que se dedicam à atividade de produção de leite, localizadas em uma determinada região, canalizada para um processador e destinada a um centro de consumo
Bactérias patogênicas
Micro-organismos que provocam doenças
Baia-maternidade
Local em que as fêmeas permanecem no período do parto
Balancear
É o ato de misturar diferentes alimentos ou ingredientes para obter a quantidade certa de cada um deles na dieta ou no concentrado. Pode ser concentrado balanceado, em proteína, energia, minerais vitaminas, mas pode ser o balanceamento em quantidade certa de concentrado e volumoso (pasto, silagens, fenos). No caso de volumoso em fibra que pode ser fibra em detergente neutro (FDN) que passa a ser nutriente no caso de ruminantes, além dos minerais vitaminas. O teor de FDN para as vacas de alta produção deve ser balanceado na dieta, pois em excesso diminui o consumo de alimentos e na falta diminui a ruminação e esta função estimula a produção de saliva que ajuda a manter o pH do líquido ruminal e assim a população microbiana. Leite com baixo teor de gordura é sinal de falta de fibra na dieta, ou então, de excesso de concentrado na dieta.
Banho carrapaticida
Banho aplicado aos animais com produtos próprios para matar carrapatos
Base Genética
É assumida como o valor “zero”, acima do qual os animais são classificados como geneticamente positivos e, abaixo do qual, negativos. É uma referência escolhida por cada programa de avaliação, cumprindo critérios técnicos coerentes e práticos
Bem estar
É o estado em que o animal se encontra em que há uma harmonia física e mental entre o seu organismo e ambiente. Estado onde o animal deve sentir-se bem, não ser submetido ao medo, à dor ou outros estados desagradáveis de forma intensiva ou prolongada; funcionar bem, no sentido de saúde, crescimento, reprodução, funcionamento comportamental e fisiológico; levar uma vida natural através do desenvolvimento e do uso de suas adaptações naturais sem privações e estados de estresse constante.
Bezerro ao pé
É quando se ordenha a vaca com a presença do bezerro
Bioma
Cada um dos ambientes naturais existentes no planeta, continente ou oceano, os quais possuem ecossistemas com características similares
Biomassa
Massa lenhosa (tronco, casca, galhos e raízes) de árvores, arbustos e plantas em área de vegetação
Bombas costais
Ferramentas que são transportadas nas costas para pulverização dos animais
Bos indicus
Nome científico da subespécie bovina dos zebuínos, em sua maioria de origem indiana
Bos taurus
Nome científico da subespécie bovina dos taurinos, em sua maioria de origem europeia
Bos taurus
Nome científico da subespécie bovina dos taurinos, em sua maioria de origem europeia
Braquiárias
Espécies forrageiras do gênero Brachiaria, que ocupam cerca de 85% das áreas de pastagens cultivadas no país. No Brasil as espécies mais cultivadas são B. brizantha, B. decumbens, B. humidicola e B. ruziziensis
Brucelose
Doença causada pela bactéria Brucella abortus
BV
O mesmo que Valor Genético (VG)
Calagem
Prática de correção do solo, que lhe neutraliza a acidez, por meio de substâncias calcárias. Estas substâncias, também suprem o solo em cálcio, magnésio e outros elementos essenciais
Calda herbicida
Mistura do produto químico mais água destinada à aplicação em áreas de lavouras a fim de controlar as plantas daninhas
Campilobacteriose
Campilobacteriose genital bovina (ou vibriose) é uma doença infecciosa venérea (sexualmente transmissível) dos bovinos causada pela bactéria Campylobacter fetus subsp. venerealis. Ela tem como principal sintoma a infertilidade temporária com repetição de cios, em geral irregulares, em intervalos de 30 a 35 dias. Também pode acarretar abortos (até metade da gestação). Por isso, a doença é responsável por prejuízos econômicos na bovinocultura. A infecção geralmente resulta em doença subclínica que, muitas vezes, passa desapercebida na maioria das propriedades. Os touros são os responsáveis pela difusão da doença no rebanho, pois são portadores assintomáticos.
Caneca telada
Recipiente próprio para o exame do leite imediatamente após a sua retirada
Capacidade de troca catiônica
É o total de cargas negativas existentes no solo, que retêm os cátions de forma trocável
Caráter venéreo
Transmitido pelo ato sexual
Carbúnculo sintomático
Doença causada por bactéria também conhecida por manqueira, mal-de-ano
Carrapaticida
Produto químico para matar carrapatos
Carrapato
Parasita sugador de sangue
Carrapatose
Doença causada por carrapatos
CCS
Contagem de células brancas realizada em laboratório
Cetose
É um distúrbio metabólico causado pelo excesso de corpos cetônicos (acetona, acetoatato, b-hidroxibutirato) no sangue. Isso acontece principalmente no pós-parto de vacas com alta produção (2 a 6 semanas depois do parto), pois está associada a um alto gasto de energia (para produção de leite). A alimentação dessas vacas não supre o que elas necessitam e acabam utilizando suas reservas de gordura. O metabolismo dessa gordura no fígado é que pode causar a Cetose. Os sinais clínicos são odor de acetona no hálito e na urina, perda de apetite, principalmente por concentrados, diminuição na produção de leite, rápida perda da condição corporal, relutância em se locomover (permanece bastante tempo deitada). Também podem ocorrer sinais nervosos, como: andar em círculos ou cambaleante, babar, ranger os dentes, fome depravada (morder madeiras, comer terra).
Claudicação
Ação ou efeito de claudicar, mancar
Clima árido
Presente, principalmente, no sertão nordestino, caracteriza-se pela baixa umidade e pouquíssima quantidade de chuvas. As temperaturas são altas durante quase todo o ano
Clima temperado
Nas áreas de clima temperado, os verões costumam ser moderados e os invernos frios; o índice pluviométrico (quantidade de chuvas) varia entre 1.500 mm e 2.000 mm (média anual); Na época do inverno, a umidade relativa do ar fica em torno de 80%. Já no verão ela aumenta para cerca de 90%. No período do inverno, a média de temperatura fica em torno de -2 °C. No verão, a média sobe para 15 °C. O clima temperado pode ser subdivido, de acordo com a região em que atua. Desta forma têm-se o temperado mediterrânico (Roma, Lisboa, Madri, Santiago do Chile), subtropical úmido (Curitiba, Porto Alegre, Houston), temperado marítimo (Prince Rupert), temperado subártico (Punta Arenas, Monte Dinero), temperado continental (Moscou e Chicago)
CMT
Exame realizado no leite para detecção de células brancas (leucócitos)
Coeficientes técnicos
Valores numéricos que expressam relação física entre a quantidade de insumo ou serviço e quantidade de produto (exemplo: kg de adubo por litro de leite; litro de leite por empregado)
Colibacilose
Doença causada por bactérias, a qual acomete os bovinos, principalmente os bezerros, provocando diarréias
Coliformes
Grupos de bactérias presentes nas fezes, causadores de infecções nos animais
Colóide
Substância em estado de subdivisão, em partículas entre 10-4 e 10-7 cm de diâmetro. É uma das menores partículas presentes em uma massa de material solo, por exemplo
Colostro
Também conhecido como leite sujo, trata-se da secreção da glândula mamária nos primeiros três a quatro dias após o parto
Condições edafoclimáticas
Condições de solo e de clima
Conforto térmico
É definido pela sensação de bem-estar, relacionada com a temperatura. Trata-se de equilibrar o calor produzido pelo corpo do animal com o calor que perde para o ambiente que o envolve
Consanguinidade
Ver endogamia
Controle leiteiro
Aferição ou pesagem regular, por exemplo, de 30 em 30 dias, da produção de leite
Coopérias
Parasitas internos dos bovinos, muito comuns e encontrados principalmente no intestino delgado. Do gênero Cooperia
Cordões de contorno
São faixas confeccionadas em áreas de relevo acidentado, objetivando diminuir a velocidade do escoamento superficial da água, evitando ou reduzindo a erosão. Estes cordões poderão ser feitos com o uso de tratores, construindo terraços ou faixas de proteção, ou mesmo de vegetação, caso em que a declividade do terreno é baixa
Coto umbilical
Parte do cordão umbilical com o qual os animais nascem e que fica aderido até a maturação e posterior queda
Cultivar
Variedade de uma cultura cultivada. Abreviatura cv
Cultura bacteriana
É o cultivo dos agentes infecciosos realizado em laboratórios
Custo da atividade leiteira
Soma de todos os custos de uma fazenda de leite (gastos com alimentação e sanidade de todo o rebanho do plantel, custos da recria, etc.)
Custo do leite
Soma dos custos diretamente envolvidos com a produção de leite (alimentação das vacas em lactação, mão de obra gasta na ordenha, etc.)
Custos diretos
Desembolsos efetivos da fazenda de leite cuja inclusão nos custos totais é imediata e indiscutível (gastos com alimentos, medicamentos, mão de obra, fertilizantes, administração, etc.)
Custos indiretos
Gastos cuja inclusão nos custos totais requer mais atenção, pois podem passar despercebidos pelos analistas. São exemplos de custos indiretos: depreciação dos itens de capital; custo de oportunidade; remuneração do capital; mão de obra familiar; remuneração do empresário; seguros e impostos. Alguns destes gastos não representam desembolsos efetivos e a metodologia de cálculo nem sempre é homogênea
Declive
Inclinação do terreno ou a encosta, considerada do ponto mais alto em relação ao mais baixo
Declividade
Grau de inclinação de um terreno, em relação à linha do horizonte, podendo ser expressa também em percentagem, medida pela tangente do ângulo de inclinação multiplicada por 100
Decúbito
É um termo médico que se refere à posição
Deferectomia
Também conhecida como vasectomia. É uma cirurgia em que se faz a secção do ducto deferente, localizado nos testículos, com finalidade de evitar que o touro deixe descendentes. Esse método, o de desvio lateral do pênis e o de aderência peniana são as formas mais comuns de preparo de rufiões em bovinos
DEP
é uma sigla que significa Diferença Esperada na Progênie, representando o quanto de seu mérito genético para uma dada característica um animal pode transmitir à sua progênie. A DEP é apresentada na unidade de medida da característica (ex: kg para leite e peso, dias ou meses para idade ao primeiro parto, etc.), com sinal positivo ou negativo, em relação a uma determinada base genética (ver conceito de base genética). A DEP é calculada a partir do desempenho das filhas de um touro em relação ao desempenho de seu grupo contemporâneo (grupo de fêmeas paridas à mesma idade e época) em vários rebanhos. Assim, por exemplo, uma DEP de 300 kg para produção de leite significa que, se o touro for usado numa população com nível genético semelhante ao dos rebanhos onde ele foi testado, suas filhas produzirão, em média, 300 kg a mais de leite do que a média do rebanho em que elas estiverem. Ao se considerar dois touros de um mesmo sumário, um Com DEP igual a 300 kg e outro igual a -100 kg, espera-se que, mediante acasalamentos ao acaso, as filhas do primeiro touro produzam em média 400 kg a mais do que as filhas contemporâneas do segundo touro. Também representada pela sigla PTA (do inglês Predicted Transmiting Ability)
Desaleitamento
É o fato de retirar ou parar de fornecer leite ao bezerro ou bezerra
Descarregadores
Que tiram uma carga, por exemplo, carga elétrica
Descarte
Termo utilizado para representar o ato de retirar do rebanho, mediante critérios pré-estabelecidos, aqueles animais economicamente indesejáveis, ou seja, de baixa produção e/ou com falhas reprodutivas, dentre outras
Desidratação
Estado em que um animal perde quantidades excessivas de água
Desidratante
Substância que facilita a eliminação de água
Desinfetante
Agente químico que destrói ou prejudica o desenvolvimento de agentes de doenças
Dessecação
Processo de aplicação de herbicidas em pré-semeadura das culturas em que, após a aplicação do herbicida, há necrose do tecido das espécies daninhas que receberam o produto, com seca posterior e morte das plantas
Diarréia
Estado anormal das funções fisiológicas de um animal em que as fezes se tornam pastosas ou líquidas
Diarréia bovina a vírus
BVD - doença causada por vírus que afeta os bovinos
Dicotiledôneas
Plantas que formam uma classe pertencente à divisão Magnoliophyta, ou plantas com flor, cujo embrião (semente) contém dois ou mais cotilédones. Outras características incluem raiz axial e folhas com nervação reticulada. As partes florais podem ser pentâmeras (mais frequentemente), às vezes tetrâmeras e, raramente, trímeras ou monômeras
Digestibilidade
É a quantidade de um alimento ou de uma mistura de ingredientes que é digerida pelo animal ou em condições de laboratório. O que não é digerido sai nas fezes quando feita no animal. De maneira que a digestibilidade feita em laboratório chama-se de digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS). Também pode ser expressa como digestibilidade in vitro da matéria orgânica (DIVMO), quando se desconta a matéria mineral. Hoje é mais usada a digestibilidade feita em laboratório e esta indica a qualidade do alimento ou da dieta (volumoso e concentrado). Quanto maior o valor melhor a qualidade. Valores abaixo de 60% quer dizer baixa qualidade a acima de 65% quer dizer boa qualidade
Distócico
Parto difícil e anormal
DNA
Em inglês Deoxyribonucleic Acid – constituído por nucleotídeos formados pelo açúcar desoxirribose, um grupamento fosfato e uma das quatro bases nitrogenadas: adenina (A), timina (T), citosina (C) e guanina (G). Em uma analogia com um livro, pode-se dizer que os nucleotídeos são as letras e a molécula de DNAseria o texto utilizado para codificar os processos biológicos
Doença subclínica
Situação em que o indivíduo doente não apresenta nenhum sinal ou sintoma aparente e a doença somente pode ser detectada através de testes especiais
Dossel
Cobertura vegetal, copa
Dupla Aptidão
Característica de animais capazes de produzirem eficientemente carne e leite. Também conhecida por duplo propósito
Ectoparasitas
Relativo ao parasita que vive na pelagem do animal (pulga, percevejo das camas, carrapatos)
Eficiência de uso dos fatores de produção
Diz respeito à capacidade técnica da empresa de produzir o máximo produto com dada quantidade de recursos ou de produzir dada quantidade de produto com o mínimo recurso
Efluente
Qualquer tipo de água, ou outro líquido que flui de um sistema de coleta, de transporte, como tubulações, canais, reservatórios, elevatórias, ou de um sistema de tratamento ou disposição final, como estações de tratamento e corpos d'água
Encefálico
Cérebro
Endogamia
Significa o acasalamento entre animais aparentados, popularmente conhecida como consanguinidade
Endoparasitas
Diz-se do parasita que vive no interior do corpo do seu hospedeiro, como a solitária
Energia
É a parte do alimento que pode ser o açúcar ou uma parte da fibra que os micro-organismo as conseguem digerir do alimento fornecido para o animal (vaca, bezerra, touro) que é usada pelo organismo para a síntese de leite ou ganho de peso. Existem diferentes formas de expressar a energia, tais como: energiabruta (EB), energia digestível (ED) que é igual ao NDT que quer dizer nutrientes digestíveis totais. Existem ainda a energia metabolizável (EM) e a energia líquida (EL). A mais usada é o NDT, mas a mais correta é a energia líquida. A energia usualmente é estimada em laboratório de análise de alimentos
Equidade
Justiça natural. Disposição para reconhecer imparcialmente o direito de cada qual. Igualdade, justiça, retidão
Equipamento de proteção individual
EPI - é todo dispositivo de uso individual utilizado pelo empregado, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho
Escore corporal
É uma medida subjetiva, mas importante na avaliação do estado de carne e gordura na vaca ou novilha. Usualmente usada na escala de 1 a 5. O escore 1 é um animal muito magro e o escore 5 é um animal muito gordo e os dois escores não devem acontecer num rebanho. O escore bom é aquela vaca com 3,5 na data do parto que quer dizer que não está gorda nem magra
Esgotamento total do leite
É a retirada total do leite da glândula mamária
Estação climatológica
Local onde é instalado um conjunto de instrumentos que descrevem de maneira sucinta as condições meteorológicas em um dado momento. Uma estação meteorológica/climatológica é um local onde são coletados dados para análise do tempo meteorológico e clima. Encontram-se equipadas com aparelhos de medição das variáveis climáticas. Os seus dados são utilizados ainda para a previsão do tempo e condições climáticas. Em nossos dias, por meio de programas de computador, integram-se os dados coletados, permitindo a sua apresentação e fácil compreensão
Estádio de maturação
Fase, período, estação, durante a fase de maturação de uma determinada cultura
Estádio Fenológico
Cada uma das fases evolutivas através das quais se dá o desenvolvimento de um organismo
Estádio vegetativo
Fase, período, estação, durante o ciclo de uma determinada cultura
Esteatose hepática
Ou fígado gorduroso. É o acúmulo excessivo de gordura no fígado. Tem as mesmas causas da cetose, mas nesse caso, o fígado não consegue metabolizar a gordura mobilizada, que se acumula. Quando a quantidade de gordura é maior do que 10% do peso do fígado normal ocorre a esteatose. O acúmulo de gordura nos hepatócitos (células hepáticas) interfere com seu metabolismo, podendo haver redução na produção de glicose e de ureia. Os sintomas são perda de apetite, redução na produção de leite e pode haver sintomas nervosos, devido a elevadas concentrações de amônia no sangue, que não é metabolizada a ureia
Estreptococos
Grupos de bactérias que causam infecções nos animais
Estresse
É uma força de qualquer natureza que age sobre o animal causando um estado de tensão, ou seja, um estado de alerta ou prontidão
Estresse calórico
É uma força de natureza térmica, frio ou o calor, que age sobre o animal, é o desequilíbrio que ocorre no organismo do animal em resposta às condições ambientais adversas tais como alta temperatura ambiente, alta umidade relativa do ar e alta radiação solar
Extrator de solo
É uma solução química normalmente utilizada para extrair os nutrientes utilizados absorvidos pelo sistema radicular das plantas. Têm-se vários tipos de extratores, tais como: Resina trocadora de cátions e ânions, Norte Carolina (Mehlich), Olsen 1, Olsen 2, Bray, etc.
Exudativo
Relativo ou pertencente à exsudação
Fatores de produção
Classificação genérica dos recursos usados na produção de leite. Geralmente os recursos são distribuídos em terra, mão de obra e capital
Fauna
Termo coletivo para a vida animal de uma determinada região ou período de tempo
Fenótipo
É a característica observada de um organismo, como por exemplo a cor dos olhos, altura e pelagem O fenótipo é o resultado da expressão do genoma de um organismo modulada pelo ambiente
Feto
Produto da gestação que ainda está dentro do útero ou que não esteja com desenvolvimento completo para o nascimento (Produto da gestação com desenvolvimento incompleto para o nascimento)
Fitofisionomia
Aspecto da vegetação de um lugar. Flora típica de uma região
Fixação gênica
Processo pelo qual os alelos ou variantes favoráveis de genes de importância para a expressão de uma determinada característica vão aumentando sua frequência até que os desfavoráveis desapareçam e os favoráveis sejam fixados
Flora
Conjunto de plantas características de uma região
Forma estratégica
Aplicação preventiva de medicamento em função da vida do parasita
Frasco do tipo sem retorno
Este tipo de frasco impede que a sobra do desinfetante que foi usado retorne para a parte do frasco que contem toda a solução
FTE
Sigla derivada do termo inglês Fritted Trace Elements significa formulação de adubo contendo em sua composição micronutrientes
Fungos micorrízicos
É uma associação mutualística do tipo simbiótico existente entre certos fungos e raízes de algumas plantas
Genótipos
Conjunto de fatores hereditários que entram na constituição de um indivíduo, planta ou de uma linhagem
Glândula mamária
Órgão do corpo do animal que produz leite. Compõe o úbere
Gleba
Parte de uma área de uma propriedade. Ao se promover a amostragem de solo, a área a ser cultivada é dividida em glebas, de maneira que cada uma delas se torne a mais homogênea possível. Também pode ser considerado que a divisão de uma pastagem dará origem a várias glebas, consideradas como piquetes
GPS
Equipamento ou sistema de rádio-navegação denominado em inglês como Global Positioning System, em português Sistema de Posionamento Global, o qual em conjunto com diversos satélites artificiais que orbitam o planeta calcula a posição geográfica, trajetos e altitude, auxiliando em diversos tipos de mapeamento
Heat Watch®
É um sistema para detecção de estro (cio) mais sofisticado. Funciona com um sensor colado na base da cauda da vaca que indica quando acontece a monta. Quando o touro monta a fêmea, causando pressão no sensor, esse envia sinal para um computador. Dessa forma, ficam registrados os horários e os tempos de duração das montas. É uma das maneiras mais eficientes de indicação de cios, porém seu custo é alto
Hemácias
Células vermelhas do sangue
Hematófago
Aquele que se alimenta de sangue
Heterose
Também chamada de vigor híbrido (vigor do animal híbrido), é o fenômeno pelo qual os filhos de determinados cruzamentos apresentam melhor desempenho (maior vigor, fertilidade ou produção) do que a média do desempenho dos pais nestas características
Híbridos
Plantas ou animais que resultam de cruzamento
Hidratação oral
É a reposição de líquidos em um animal administrado pela boca
Higienização
Procedimento aplicado para eliminar os riscos de transmissão de agentes causadores de doenças e reduzir ao mínimo a contaminação por agentes deteriorantes, através de simples limpeza e/ou desinfecção, ou anti-sepsia, até esterilização
Homeostasia
Homeostasia é o conjunto de fenômenos de autorregulação que levam à preservação da constância quanto às propriedades e à composição do meio interno de um organismo
Homeotermia
Capacidade de manter a temperatura constante e ideal de um organismo
Imunoglobulina
São determinados tipos de proteínas específicas com atividades de anticorpos
Índices econômicos
Padrões financeiros/monetários de desenvolvimento ou produção de um rebanho ou fazenda de leite; relação entre variáveis da produção de leite onde pelo menos uma delas é expressa em valores monetários (exemplo: preço do leite ou reais por litro de leite, renda mensal ou R$ por mês, gastos com concentrados ou R$ por ano)
Índices zootécnicos
Medidas do nível de desenvolvimento e/ou desempenho da produção/produtividade de um rebanho em diferentes características sob diferentes aspectos (econômico, área, etc). Padrões de desenvolvimento e/ou produção de um rebanho ou fazenda de leite; relação física entre variáveis não monetárias (exemplo: litros de leite por vaca, vacas por hectare, meses entre partos, vacas por empregado. etc.)
Insetos hematófagos
São insetos sugadores de sangue
Integração Lavoura-Pecuária-Floresta
ILPF - sistema intensivo de produção que visa aumentar a eficiência de exploração da terra, onde a agricultura, pecuária e floresta passam a fazer parte de um mesmo sistema, visando maior rentabilidade e estabilidade para os produtores, proporcionando, ainda, a sustentabilidade das atividades agrícolas
KaMar®
São bolsas plásticas adesivas contendo tinta vermelha que são grudadas no lombo da vaca, próximo à base da cauda. Quando submetida à forte pressão da monta, a bolsa se rompe derramando tinta que marca o animal, indicando aceitação de monta
Lactação
Período após o parto durante o qual uma vaca produz leite. A medida deste período é conhecida por duração da lactação e dada em dias ou meses
Laxante
Substância que provoca aumento da movimentação dos intestinos, facilitando a eliminação do conteúdo intestinal
Leiva
Também conhecido com o nome de amontoa. É a operação que consiste em chegar terra, ou material de solo, ao pé das plantas que sejam suscetíveis de ter raízes adventícias, ou para melhor fixá-las ao solo. Em determinadas culturas, como aspargo, por exemplo, a amontoa é feita após cada colheita, possibilitando que os brotos cresçam longe do alcance da luz. Para esta cultura, é comum amontoas de até 60 cm de altura. A importância da amontoa para a cultura do aspargo, é impedir que os brotos entre em contato com o solo, tornando-se verdes e perdendo sua qualidade comercial
Lençol freático
É um lençol d'água subterrâneo que se encontra em pressão normal e que se formou em profundidade relativamente pequena. Caracterizado como um reservatório de água subterrânea decorrente da infiltração da água da chuva no solo nos chamados locais de recarga
Leptospirose
Doença causada por bactéria que afeta os animais
Lesões
Marcas ou feridas deixadas por qualquer tipo de agressão sofrida por um animal
Leucócitos
Células brancas do sangue responsáveis pela defesa do organismo
Levedura
São fungos, como os bolores e cogumelos. Apresentam-se caracteristicamente sob forma unicelular
Limpeza
Remoção de resíduos macroscópicos de alimentos, sujidades ou outro material portador de agentes contaminantes, conseguida através de simples lavagem, raspagem ou varredura
Linhagem
Grupo de animais que têm origem em ancestrais comuns e acasalaram entre si geração após geração, visando à obtenção de animais mais semelhantes dos que os demais em determinadas características
Líquidos fetais
Líquidos que envolvem juntamente com as membranas fetais os fetos, quando ainda estão dentro do útero (Colchão líquido protetor do bezerro no interior do útero)
Longevidade
Vida útil ou período em que o animal permaneceu produtivo em um determinado rebanho
Macronutrientes
Nutrientes que a planta requer em maior quantidade (nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio, enxofre)
Mamite
É a inflamação da glândula mamária
Mamite clínica
É a inflamação da glândula mamária que pode ser vista a olho nu
Mamite subclínica
É o primeiro estágio de uma inflamação da glândula mamária
Manejo
Conjunto de práticas culturais como capina, altura de corte, adubação em cobertura, pulverização, manejode pragas, irrigação, empregadas no cultivo de determinada espécie
Manivas
São pequenas estacas de mandioca, em geral 20 a 30 cm, utilizadas para o plantio desta cultura
Mantença do animal
É a quantidade de nutrientes provenientes do alimento que o organismo animal usa para viver, tais como respirar, caminhar, manter a temperatura do corpo, mas sem considerar os nutrientes para produzir leite ou ganhar peso
Mapa
Em cartografia e topografia, é uma representação gráfica de uma extensão da superfície da Terra
Marcadores moleculares
É uma substância de um organismo cuja detecção indica um estado particular. Por exemplo, a presença de um anticorpo no plasma de um indivíduo indica uma infecção a um patógeno específico. Em genética representa a sequência de DNA ou um tipo de proteína que apresenta segregação mendeliana e pode ser utilizado para estudos genéticos e na seleção de animais mais produtivos, ou mesmo em testes de paternidade
Mastite
Inflamação da glândula mamária
Matéria orgânica do solo
Compreende os resíduos vegetais (raízes, parte aérea) e animais (incluindo os excrementos), em variados estádios de decomposição, ocorrendo no solo em estreita relação com os constituintes minerais. Representa importante papel no solo, melhorando suas condições físicas e químicas, e servindo de fonte de elementos minerais
Maturação fisiológica
Período durante o qual cessa a translocação dos fotossintatos e, a partir daí, a planta aciona mecanismos para desidratação das sementes. Nesta fase, as sementes estarão praticamente desligadas da planta mãe, considerando-se armazenadas nas condições de campo. Durante este processo, ocorrem transformações morfológicas e fisiológicas nas sementes, como alteração no tamanho, modificação no teor de água, acúmulo de matéria seca e modificações na germinação e no vigor
Mecônio
Primeiras fezes expelidas por um recém-nascido
Melhoramento animal
Conjunto de práticas zootécnicas ou de manejo (reprodutivas, nutricionais e genéticas) que visam o aumento da produção/produtividade dos rebanhos
Melhoramento genético
Conjunto de práticas zootécnicas baseadas na seleção e/ou cruzamento que visam à melhoria genética dos rebanhos
Mesorregião
Unidade territorial resultante do agrupamento de microrregiões, porém menor que o estado ou o território
Micoses
Doença provocada por fungos
Micotoxinas
São metabólitos secundários produzidos por uma variedade de fungos, especialmente por espécies dos gêneros Aspergillus, Fusarium e Penicillium
Micro-organismos
Usualmente bactérias e fungos, invisíveis ao olho humano sem aparelho especial e que vivem no líquido do rúmen e retículo e se alimentam dos nutrientes contidos no alimento
Micronutrientes
Nutrientes que a planta requer em menor quantidade (boro, cobre, zinco, molibdênio, cloro, ferro), embora sejam também importantes para o seu desenvolvimento
Minerais
É a parte do alimento que é estimada em laboratório como matéria mineral ou pode ser analisada individualmente, como por exemplo: cálcio. Existem muitos minerais necessários na alimentação animal (vacas, bezerros, novilhas). Os principais minerais são cálcio, fósforo, magnésio, potássio, enxofre, iodo, sódio e cloro os quais são chamados de macrominerais e existem também os microminerais, tais como: cobre, ferro, cobalto, manganês, selênio e zinco. Todos são importantes na alimentação animal e as principais fontes são a água, alimentos e misturas minerais, ou também chamados de sal mineral. Por isso é difícil fazer uma mistura mineral balanceada em todos os minerais nas quantidades corretas, pois se precisa analisar a água, os alimentos usados e a composição da mistura mineral. Mas, os minerais são essenciais ao bom funcionamento do organismo e na síntese de leite, saúde animal (prevenção de doenças) e na reprodução
Monoxenico
Parasita de um só hospedeiro
Natimortos
Bezerros paridos mortos ou que morrem imediatamente após o parto
Nicossulfuron
É um herbicida sistêmico, seletivo do grupo das Sulfonilureias aplicado em pós-emergência para o controle de plantas daninhas de folhas largas e estreitas para a cultura do milho
Nível crítico
É o nível utilizado na interpretação da análise do solo, acima do qual é baixa a probabilidade de resposta da cultura à adubação
Nível de vácuo
É a quantidade ideal de vácuo exigida para a extração de leite sem prejudicar de alguma forma o úbere do animal
Normotermia
Temperatura normal de um corpo ou organismo
Nutrientes Digestíveis Totais
NDT - Forma de expressar o valor calórico dos alimentos, em razão dos nutrientes contidos e dos aproveitados pelo animal
Oligopsônico
Estrutura de mercado em que o número de compradores é bem pequeno e o número de vendedores é grande (muitos produtores de leite e poucos compradores)
Ordenha
Ato de retirar, manual ou mecanicamente, o leite do úbere
Ordenhadeira mecânica
Máquina para a realização de ordenha
Osteoporose
Absorção do osso, de que resulta uma estrutura porosa
P&D
Pesquisa e Desenvolvimento
Parâmetro
Limites predeterminados para os índices zootécnicos (consumo, progresso genético, taxa de concepção, etc.)
Parasitose
Doença causada por parasitas
Partos distócicos
Partos anormais ou que tenham alguma dificuldade para serem realizados
Pastejo rotativo
Ou pastejo rotacionado – é a divisão da área de pasto em piquetes e assim garantir a qualidade da rebrota por meio do período de descanso ou também chamado de intervalo de desfolha. O período de descanso é que define a idade da rebrota. A idade da rebrota é importante pois, a composição química da forragem varia em função da idade da planta. A vantagem do pastejo rotativo é que observando a rebrota no piquete é possível saber rapidamente se a taxa de lotação está correta pelo simples fato de observar o resíduo. Se o período de utilização do piquete é de um dia e as vacas foram colocadas no piquete de manhã ao meio dia não há mais rebrota ou a rebrota é pouca isso indica que é preciso ajustar a taxa de lotação. O resíduo na saída das vacas ou animais do piquete também indica se o manejo da pastagem está correto, ou não
Pedilúvio
Banho dos pés
Pedômetro
Equipamento eletrônico que registra continuamente a movimentação das vacas. Deve ser devidamente amarrado à pata do animal, para sua identificação e contagem de seus passos. Vacas em cio são mais agitadas, de modo que o pedômetro registra um aumento do número de passos, indicando que a vaca está em cio
Perfil de solo
Corte vertical do terreno que se aprofunda a partir da superfície do solo
Perfilho
Rebento ou broto de uma planta. Também conhecido com afilho. O aumento no número de brotação de uma planta é chamado de perfilhamento. Este é importante no sistema de manejo de uma pastagem, pois está diretamente relacionado à cobertura do solo, reduzindo os efeitos danosos da erosão. Quanto maior a taxa de emissão de perfilhos, maior a cobertura do solo e menor o risco de erosão
pH
Indica o grau de acidez ou de alcalinidade de uma solução. Diz-se que uma solução é ácida quando seu pH é menor que 7; é alcalina quando o pH for maior que 7 e até 14. Quando o pH = 7, a solução é neutra
Plantio direto
Sistema de manejo do solo onde a palha e os restos vegetais são deixados na superfície do solo. O solo é revolvido apenas no sulco onde são depositadas sementes e fertilizantes. As plantas infestantes são controladas por herbicidas. Não existe preparo do solo além da mobilização no sulco de plantio
Plântula
Embrião vegetal que começa a se desenvolver na germinação da semente; pequena planta recém-nascida.
Pododermatite
Inflamação da região interdigital, na junção da pele com o casco
Pour-on
Aplicação na região da pele sobre a coluna vertebral
Predicted Transmiting Ability
PTA – ver DEP
Primíparas
Denominação dada às novilhas após o primeiro parto (vacas de primeira cria).
Processo germinativo
Processo inicial do crescimento de uma planta a partir de um corpo em estado de vida latente (sementes)
Produto fitossanitário
Produtos químicos utilizados nas lavouras para o controle, principalmente de doenças, de insetos-pragas e de plantas daninhas
Produtos lácteos
Produtos derivados do leite, i.e., queijo, manteiga, iogurte, requeijão etc.
Progênie
O mesmo que descendência
Programa sanitário
Conjunto de medidas para prevenir e controlar as principais doenças dos animais
Proteína
É a parte do alimento que pode ser usada para a mantença e também para a produção de leite ou ganho de peso do animal. A parte da proteína que é aproveitada pelo organismo animal vai para o leite ou a carne. Uma parte da proteína do leite chamada de caseína é que resulta em queijo. A proteína também é estimada em laboratório de análise de alimentos. Na realidade a proteína é composta de nitrogênio e aminoácidos. Existe a proteína bruta (PB), a proteína digestível (PD) e a proteína metabolizável (PM)
Pupas
Estágio de transformação de larvas para adultos
Quarto mamário
Uma das subdivisões da glândula mamária
Queratina
Substância proteica, principal constituinte da epiderme dos seres humanos e dos animais
Raça
Subpopulação com características distintas e que mantém a capacidade de se reproduzir com indivíduos de outras raças
Raças europeias
Raças bovinas da subespécie Bos taurus
Raças indianas
Raças bovinas da subespécie Bos indicus
Raças puras
Expressão utilizada para caracterizar as populações com expressões fenotípicas dentro dos padrões raciais exigidos pelas normas de registro da raça
Raças sintéticas
Novas raças formadas a partir de acasalamentos dirigidos entre duas ou mais raças puras distintas. Após sucessivas gerações de seleção de machos e fêmeas a serem acasalados entre si, espera-se fixar nos descendentes destes as características peculiares ou que se deseja na nova raça
Raiva
Doença mortal causada por vírus
Rebanhos de dupla-aptidão
Rebanhos que produzem carne e leite
Recurso natural não renovável
Recursos não renováveis é o nome atribuído aos recursos naturais que, quando utilizados, não podem ser repostos pela ação humana ou pela natureza, a um prazo útil. Em geral o solo é considerado como recurso natural não renovável. A característica fundamental dos recursos não renováveis se prende à virtual impossibilidade, ao menos econômica, de fazê-los voltar à situação (física, química, geográfica, etc.) anterior ao seu uso pelos seres humanos
Rentabilidade
Qualidade do que é rentável. Capacidade de produzir rendimento
Resíduos de produtos veterinários
São as substâncias originais e seus metabólitos em qualquer porção comestível do produto animal
Rinotraqueite infecciosa dos bovinos
IBR – doença causada por vírus que afeta os bovinos
Safrinha
Cultura implantada logo após o cultivo convencional da época chuvosa do ano. Na cultura da safrinha, o produtor rural, utiliza culturas de ciclos curtos, possibilitando utilizar da melhor maneira a precipitação, luminosidade e temperatura desta época, possibilitando produções satisfatórias a custos mais accessíveis
Sanitização/Desinfecção
Eliminação ou redução de micro-organismos indesejáveis, por processos físicos e/ou químicos adequados e não prejudiciais ao produto
Saturação por bases
É um dos métodos utilizados para estimar a necessidade de calagem (NC), ou seja, a dose de calcário a ser recomendada objetivando neutralizar a acidez do solo, elevando o seu pH
Segregação
Separação; ato ou efeito de segregar ou segregar-se
Seleção artificial
Escolha pelo homem dos indivíduos a serem pais da próxima geração com base no desempenho em uma ou mais características de interesse. Pode se basear no fenótipo expresso ou no genótipo dos indivíduos (DEP, por exemplo) para estas características
Sem bezerro ao pé
É quando se ordenha a vaca sem a presença do bezerro
Senescência
Envelhecimento, senilidade das plantas
Setor produtivo
Segmento primário da cadeia produtiva do leite, onde se posicionam as fazendas
Sistema agroindustrial
Referência simultânea à agricultura e à indústria; visão global de todos os elos da cadeia produtiva, desde o setor de insumos até à distribuição final no varejo
Sistema de produção
Conjunto de características e práticas adotadas em uma determinada atividade produtiva, tais como: área da propriedade, tipo de mão de obra, disponibilidade de recursos financeiros, grau de adoção de tecnologias, tipo de exploração agropecuária, manejo higiênico-sanitário, etc.
Sistemas intensivos
Caracterizam-se pela atividade pecuária na qual se obtêm altos índices econômicos e zootécnicos; p.e. alta taxa de natalidade, baixa taxa de mortalidade, alta produtividade por animal e por área, sustentável e competitivo
SNP
É uma variação na sequência de DNA que ocorre devido a mutações em bases únicas da cadeia em uma porção significativa de uma população (mais de 1%)
Sombrite
Tela para sombreamento ou cobertura. Tem como função principal a proteção das plantas e animais contra o sol. As diversas opções em fios e porcentagem de filtragem possibilitam seu uso em construção civil, estacionamentos e na agropecuária. A classificação do Sombrite é dada em porcentagem e se refere à quantidade de proteção da luz, ou seja, um Sombrite de 60% só deixa passar 40% dos raios solares
Sucedâneo de leite
Produto comercial com parte dos componentes de origem láctea substituídos por componentes de origem vegetal ou animal
Supressão
Redução temporária do crescimento das plantas
Sustentabilidade
Característica ou condição de um processo ou de um sistema que permite a sua permanência, em um certo nível, por um determinado prazo
Sustentável
Sustentar, defender, favorecer, apoiar, conservar, cuidar
Taxa de lotação
Número de animais por unidade de área. Não guarda relação com a disponibilidade de pasto. Deve-se levar em conta a categoria dos animais
Taxa de reposição
Medida da intensidade de substituição de animais descartados no rebanho
Teleógina
Fase adulta do carrapato fêmea pronta para oviposição no solo
Temperatura do bulbo seco
Temperatura ambiente indicada por um termômetro protegido da radiação solar; temperatura ambiente
Temperatura do bulbo úmido
Temperatura registrada por um termômetro coberto por uma luva de tecido molhado, ventilado e protegido da radiação solar
Termorregulação
Manutenção da temperatura corporal dentro de uma determinada amplitude de variação, mesmo sob condições de grande variação dos fatores
Terraço
É um dos segmentos do solo que compõe uma paisagem. É um plano quase nivelado, normalmente estreito, que margeia o rio, lago ou mar. Pode haver mais de um terraço, de diferentes níveis, margeando um rio. Este segmento chamado terraço, não está mais sujeito às inundações. Caracteriza-se também por apresentar fertilidade natural bastante elevada, além de não apresentar impedimento à motomecanização. Em geral, é utilizado com as culturas de milho, sorgo, feijão, arroz de sequeiro etc. Se utilizado para pastagens, deverá ser cultivado com espécies que apresentem alto potencial de produção de biomassa, destacando-se: capim-elefante, Panicum maximum, estrela africana, coast-cross, milho, sorgo e cana-de-açúcar
Tinha
Espécie de micose que atinge os animais
Tintura de iodo
Solução à base de iodo usada para aplicação nos animais
Topossequência
Sequência de solos relacionados que diferem um do outro, primariamente, devido à topografia como fator de formação de solo
Touros provados
Animais que foram avaliados geneticamente. Em gado de leite, como as características desejáveis só se manifestam nas filhas utiliza-se o teste de progênie. Ou seja, sua capacidade genética como pai é testada pelo desempenho das filhas. O resultado das provas é expresso como valor genético ou PTA (Capacidade Prevista de Transmissão)
Transestadial
Mudanças de estágio de desenvolvimento do ciclo de vida de um parasita
Transferência nuclear de células somáticas
TNCS – é uma técnica utilizada para a obtenção de animais clones (cópias genéticas), principalmente de mamíferos, como foi o caso da ovelha Dolly. É assim chamada, pois consiste na transferência do núcleo (onde está o DNA contendo as informações genéticas) de uma célula somática (qualquer célula do corpo, exceto os gametas) para dentro de um óvulo maduro enucleado. Por exemplo, a união de uma única célula da pele de uma vaca doadora com o citoplasma de um óvulo (proveniente de uma vaca qualquer) poderá vir a produzir um embrião clone, o qual se for transferido para uma mãe de aluguel, tem chances de gerar uma bezerra clone, ou seja, geneticamente idêntica à vaca da qual se extraiu o pedaço de pele
Tricomonose
Também conhecida como tricomoníase bovina. É uma doença infecciosa sexualmente transmissível (venérea) causada pelo protozoário Tritrichomonas foetus, que habita o trato genital dos bovinos, sendo transmitido por meio do sêmen de um touro infectado para uma fêmea sadia, ou vice-versa, durante a monta. Causa muitos prejuízos econômicos, devido à diminuição de fertilidade no rebanho. A doença em vacas se caracteriza por repetição de cio em intervalos irregulares, morte embrionária ou aborto (principalmente até os cinco meses de prenhez), feto macerado, aumento do intervalo de partos, redução na produção de bezerros e piometra. No touro, a infecção não apresenta sintomas, e não afeta a qualidade do sêmen ou o desempenho sexual
Tristeza parasitária
Doença causada por parasita no sangue
Tuberculose
Zoonose de evolução crônica, causada pelo Mycobacterium bovis, que provoca lesões granulomatosas, afetando principalmente as espécies bovina e bubalina
Úbere
Órgão formado pelo conjunto de glândula mamária (quartos mamários), tetos e pele das fêmeas
UFC/mL
Unidades formadoras de colônias por mililitro de leite
Umidade relativa do ar
É a relação entre a pressão de vapor do ar (medida em pascal) e a pressão de vapor do ar obtida em condições de equilíbrio ou saturação sobre uma superfície de água líquida ou gelo
Uso sustentável
Exploração do ambiente de maneira a garantir a perenidade dos recursos ambientais renováveis e dos processos ecológicos, mantendo a biodiversidade e os demais atributos ecológicos, de forma socialmente justa e economicamente viável
Variedade
Subdivisão de indivíduos da mesma espécie que ocorrem numa localidade, segundo suas formas típicas diferenciadas por um ou mais caracteres de menor importância
Vasoconstrição
É o processo de contração dos vasos sanguíneos
Vermifugações
Ato de aplicar vermífugos para prevenir ou controlar parasitas. Obs.: escreve-se entre aspas (vermifugações) porque ainda não se encontra registrada em dicionários
Vermífugos
Substâncias químicas usadas para combater os vermes
Verminose
Doença causada por parasitas intestinais
Vida de prateleira
Tempo em que o alimento pode ser conservado em determinadas condições de temperatura, umidade relativa, luz, sofrendo pequenas, mas bem estabelecidas alterações que são, até certo ponto, consideradas aceitáveis pelo fabricante, pelo consumidor e pela legislação vigente
Vigor híbrido
Ver heterose
Vitaminas
É a parte do alimento que é estimada em laboratório e existem muitas delas e as principais são: A, D, E. Estão contidas nos alimentos, mas devem ser balanceadas, com as fontes comercias, especialmente, para as vacas manejadas em confinamento. São essências para a saúde do animal, reprodução e fazem parte da composição do leite
Zebu
Bovinos da subespécie Bos indicus, predominantemente de origem indiana, que têm como principal diferencial morfológico em relação ao bovino europeu a presença de giba ou cupim
Zona de conforto térmico
Amplitude de temperaturas ambientes dentro da qual um animal encontra as melhores condições para seu organismo. A zona de conforto térmico é delimitada por temperaturas críticas superior e inferior
Zoneamento agrícola
Estabelecimento de regiões dentro de um Estado que apresentam as melhores condições climáticas para o desenvolvimento de determinada cultura, levando-se em também em consideração as exigências bioclimáticas da planta
Zoonose
Infecção ou doença infecciosa transmissível, sob condições naturais, de homens a animais, e vice-versa